Publicado em

Assinado o contrato para construção das pontes

A prefeita de Sinimbu, Sandra Backes, assinou na manhã de hoje, dia 17, e na tarde de ontem, dia 16, os contratos com as empresas responsáveis pela construção de quatro pontes no município. O próximo passo agora será o encaminhamento da documentação para Brasília, onde os integrantes do Ministério da Integração irão revisar os mesmos.
Na tarde de ontem, Sandra assinou o contrato com o representante da empresa Concreto e Pré Moldados Palmeira Ltda, que venceu o processo licitatório para a construção da ponte em Linha Inverno. A obra está orçada em R$ 1.797.252,76.
Já na manhã de hoje, a prefeita assinou os contratos com as outras duas empresas vencedoras da licitação. Ela assinou contrato com a empresa Zanco Construtora Ltda, que construirá a ponte em Linha Pintado, orçada em R$ 570.192,05; e com a empresa Artebase Construtora Ltda, responsável pela construção das duas pontes no Alto Rio Pequeno, uma orçada em R$ 945.562,30 e outra em R$ 789.212,93.
Na próxima semana, a prefeita Sandra irá à Brasília e entregará a documentação física no Ministério da Integração, que deve revisar o processo licitatório e o restante da documentação. Vale lembrar que os recursos para a construção das pontes foram liberados no Ministério da Integração, via Defesa Civil, após as enxurradas ocorridas no ano passado.

Publicado em

Municipal conhecerá os finalistas dos Aspirantes


O CMD – Conselho Municipal de Desporto – de Sinimbu confirmou: nesse final de semana, o município conhecerá os finalistas da categoria Aspirantes. Depois do resultado dos jogos de ida da categoria, realizados nos dias 5 e 6 de maio, o São João e o União Serrana enfrentam seus adversários com vantagem do empate n tempo normal.
Nos Titulares, o Campeonato também já registrou os primeiros jogos da semifinal. No sábado, dia 12, o São João recebeu o Cruzeiro e venceu por 3 a 2. No domingo, dia 13, em Linha Cinco, o União Serrana jogou contra o Atlético e a partida terminou em 1 a 1.
PRÓXIMA RODADA
A partir do próximo final de semana, o Campeonato Municipal de Futebol de Sinimbu começará a conhecer as equipes finalistas. Nesse sábado, dia 19, o Desidério/Rio Grandense recebe o São João, em Linha Rio Grande. Por ter garantido a vitória no primeiro jogo, o time do São João joga pelo empate no tempo normal. Caso a equipe adversária vença, o jogo irá para a prorrogação e a equipe do São João novamente terá a vantagem do empate, devido a sua campanha na primeira fase.
Já no domingo, dia 20, o Cruzeiro recebe em Rio Pequeno a equipe do União Serrana. Em caso de empate, o time de Linha Cinco tem a vantagem, pois venceu no jogo de ida. Caso ocorra a prorrogação, a vantagem do empate passa a ser do Cruzeiro, por ter tido melhor campanha na primeira fase.
Os jogos iniciam às 15h. Vale lembrar que o Campeonato Municipal de Futebol de Sinimbu é promovido pelo CMD.
Escalação:
– São João
Pepe; Samuel B., Dutra, Romário e Diogo; Cristiano, Gilson, Semin (Diego) e Alejandro; Tilico e Willian B. (Zé Siqueira).
Gols: Gilson e Alejandro (2)
Cartão amarelo: Dutra, Gilson e Alejandro.
Cartão vermelho: Cristiano.
– Cruzeiro
Félix; Michel, Régis, Teda e Kedi (Patrick); Zé Matheus, Vantuir (Andrei), Alex G. e Jean, Joazinho e Canísio.
Gols: Canísio (2).
Cartão Amarelo: Zé Matheus.
– União Serrana
Airton (Rafael); Jonas, Eduardo S., Ramon e Jackson (Emerson J); Jeso (Emerson), Diones, Eduardo e Jardel; Marcos (Ueliton) e Elocir.
Gols: Eduardo.
Cartão amarelo: Jakson.
– Atlético
Mateus; Jairzinho, Nunha, Fernando e Tilvitz; Bico, Feijão, Niki e Volmir; Chucrute (Denis) e Jaime.
Gols: Jairzinho
Cartão Amarelo: Bico.

Publicado em

COMUDE elege prioridades de Herveiras

O Comude – Conselho Municipal de Desenvolvimento de Herveiras – definiu na manhã da quarta-feira, 16 de maio, em assembléia na sala de reuniões do Centro Administrativo, os cinco projetos que serão defendidos pelo município para constar na cédula da Consulta Popular 2018.
A Presidente do Comude, Luciane Grassel Cecchin, na presença do Prefeito Paulo Nardeli Grassel, demais autoridades municipais, representantes de entidade e comunidade em geral, esclareceu, inicialmente, o propósito da Assembléia e, após, fez a apresentação dos 37 projetos, um a um, para conhecimento dos presentes. Os presentes passaram a discussão dos projetos mais condizentes com a realidade local e regional, sendo colocado em votação individual cada projeto pautado e discutido pela plenária.
Das 37 propostas apresentadas, os 50 participantes da reunião elegeram suas prioridades nas áreas de agricultura, educação, e segurança, sendo: Apoio ao desenvolvimento da Agricultura Familiar; Programa de Apoio e Ampliação da Infraestrutura rural; Apoio aos Arranjos Produtivos Locais; Implementação de espaços pedagógicos que favorecem a aprendizagem; Videomonitoramento e cercamento eletrônico.
Durante o encontro, também foram eleitos os delegados representantes da assembleia, Marcos Aurélio Luedtke e Clécio da Silva, que participarão juntamente com a presidente da Comude, presidente da Câmara de Vereadores e Prefeito, das próximas assembléias, agendadas para acontecer no fim deste mês.As próximas etapas da Consulta Popular são as assembléias microrregionais Centro-Serra e Baixo Vale do Rio Pardo, que ocorrerão nos próximos dias 22 e 23, na Unisc. A assembléia regional ampliada do Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio Pardo (COREDE/VRP), para construção da cédula, acontece no próximo dia 28, também na universidade.
Este ano, a votação da Consulta Popular será nos dias 26, 27 e 28 de junho. A comunidade poderá votar pelo site www.consultapopular.rs.gov.br, pelo aplicativo que será disponibilizado pelos COREDES e COMUDES e ainda por meio de mensagem de SMS. O governo do Estado definiu a liberação de R$ 80 milhões para os projetos da Consulta Popular 2018, valor 33% maior do que no ano passado. Para o Vale do Rio Pardo, os recursos previstos estão na casa dos R$ 2,9 milhões.

Publicado em

Torneio de Bolão de Mesa já está sendo planejado


O Departamento de Cultura, Desporto e Turismo de Sinimbu promoveu uma reunião com representantes de Sociedades de Bolão de Mesa na tarde de sexta-feira, dia 11. O objetivo foi iniciar o planejamento do Torneio de Bolão de Mesa desse ano, que deve contar com mais Sociedades se comparado ao ano passado.
Conforme o diretor do Departamento, Félix Weis, a reunião contou com a participação de seis Sociedades. “Quatro delas já participaram do Torneio no ano passado. Outras duas são novas e vieram para a reunião interessadas em participar da competição desse ano, querendo saber os detalhes da mesma”, explica Félix.
Félix detalha que durante a reunião na sexta-feira, as representantes das Sociedades que participaram do Torneio em 2017, avaliaram a competição. Ainda durante o encontro, as participantes já definiram as datas das etapas que acontecerão a partir de julho, em diferentes localidades. “Teremos quatro etapas no interior. A primeira delas está marcada para o dia 7 de julho e acontecerá no Paredão São Pedro. A segunda etapa, em agosto, será na Linha Primavera. Em setembro, o Torneio será no centro de Sinimbu e na Linha da Serra. A grande final está novamente marcada para novembro, durante os festejos da 16ª Exposin”, salienta Félix.
O diretor do Departamento de Cultura, Desporto e Turismo de Sinimbu frisa ainda que caso alguma outra Sociedade de Bolão de Mesa do município tenha interesse em participar do Torneio, a mesma ainda pode se inscrever. “Basta me procurar na Secretaria de Educação que explico como funciona a competição. Ano passado haviam cinco Sociedades participando. Este ano, já temos seis confirmadas. Gostaríamos de aumentar ainda mais esse número, pois este Torneio é uma forma de valorizar as nossas tradições e a cultura germânica no município”, finaliza Félix.
Estiveram presentes na reunião as representantes das Sociedades Integração, a Escas; Centenário, de Paredão São Pedro; Nova Esperança, de Bela Vista; Fraternidade de Rio Pequeno; e Sempre Alegre, de Linha da Serra; e Clube de Mães Vale das Rosas, de Linha Primavera. Além destas, também deve participar da competição a Sociedade Orquídea, de Linha Almeida.

Publicado em

Passo do Cruzeiro foi inaugurado segunda

A Prefeitura de Sinimbu, através da Secretaria de Obras do município, inaugurou na tarde da última segunda-feira, dia 14, o Passo do Cruzeiro, em Rio Pequeno. Interditado desde o ano passado, devido a problemas em sua estrutura, o mesmo foi recuperado e agora está liberado para a passagem de veículos.
A obra foi realizada pelos profissionais do setor no município, Getúlio Waechter e Marciano Haag, com auxílio da equipe da Secretaria de Obras. A comunidade local também auxiliou na obra de forma voluntária, visando a recuperação do pontilhão.
Durante a inauguração do Passo, o ex vereador de Sinimbu, Astor Parnow, falou da sua alegria em ver a obra feita e o pontilhão liberado. “Era uma obra que eu, quando vereador, solicitei muito, mas que somente agora foi feita. É preciso agradecer a Administração Municipal pelo empenho”, frisou.
O vereador Joel Fischer também esteve no local e enalteceu a importância do pontilhão para as famílias que residem no local. Joel também concordou com Astor e disse que agora a comunidade pode ficar tranquila, pois o Passo está concluído e liberado.
O vice prefeito de Sinimbu e também secretário de Obras, Claus Wagner, frisou a ajuda da comunidade local durante a obra. Claus também agradeceu os profissionais do setor e demais integrantes da sua Secretaria, que auxiliaram e trabalharam em prol da conclusão do pontilhão. “Sabemos da importância dessa obra para as famílias que residem aqui nessa comunidade. Sabemos também que talvez a expectativa de todos era de que o Passo ficaria pronto antes. Porém, quando trabalhamos na Administração Municipal precisamos seguir certos trâmites, como as licitações e com isso a obra acabou demorando um pouco mais do que queríamos. Mas agora ela está concluída e pronta para a comunidade usar”, destacou Claus.
A prefeita de Sinimbu, Sandra Backes, frisou que o pontilhão é utilizado por mais de 50 famílias que residem do outro lado do rio, além de todas as outras pessoas que passam pelo local. “Logo quando aconteceram as enxurradas e ficamos sabendo do problema nesse Passo, começamos a trabalhar e planejar a recuperação do mesmo. É muito bom saber que a comunidade auxiliou de forma voluntária durante a obra. São parcerias assim que precisamos em nosso município. É preciso parabenizar todos os envolvidos na obra”, finalizou Sandra.

Publicado em

Comude de Sinimbu definiu as prioridades

O Comude – Conselho Municipal de Desenvolvimento – de Sinimbu promoveu assembleia municipal na noite de segunda-feira, dia 14. Na oportunidade foram definidas as prioridades de Sinimbu para a Consulta Popular deste ano. Agora, as propostas locais serão levaras a assembleia regional do Corede – Conselho Regional de Desenvolvimento – e concorrerão com as prioridades dos demais municípios do Vale do Rio Pardo para compor a cédula de votação.
Conforme o presidente do Comude, Félix Weis, a assembleia contou com a participação de 39 pessoas. “Durante a assemblei, escolhemos cinco projetos considerados prioridade para Sinimbu. Estes serão levados para o Corede e discutidos com os demais municípios da região. Cada município trará os seus projetos prioritários e na assembleia regional será definido o que irá para a cédula de votação”, explica.
Ainda segundo Félix, durante a assembleia de segunda-feira, o Comude escolheu um delegado que também terá direito a voto na assembleia regional, na hora de compor a cédula de votação da Consulta Popular 2018. Ruben Preuss foi o escolhido pelos participantes da reunião.
Além dele, terão direito a voto na assembleia regional a prefeita de Sinimbu, o presidente do Comude e um representante da Câmara de Vereadores. A Consulta Popular 2018 será realizada no final do mês de junho.

Publicado em

Procura pela vacina da gripe continua fraca


Assim como em toda região, Sinimbu também realizou o Dia D de vacinação contra a gripe. Porém, a procura pela vacina não atingiu as expectativas da equipe da Secretaria de Saúde e Bem Estar Social. Até o momento, o município já vacinou mais de 1,6 mil pessoas.
Conforme a secretária de Saúde de Sinimbu, Sinara Dhiel, a procura no Dia D foi fraca, porém a equipe conseguiu vacinar todas as pessoas acamadas. “Reiteramos o pedido para que todos do público alvo se vacinem e para que façam isso o quanto antes. A vacina leva em torno de 15 dias para fazer efeito no organismo e a campanha encerra no dia 1º de junho. Por isso, quanto antes as pessoas se vacinarem, melhor”, salienta.
Conforme a secretária, até ontem, dia 17, o município de Sinimbu vacinou 927 idosos, 37 gestantes, nove puérperas (mulheres que tiveram seus filhos recentemente), 288 doentes crônicos, 69 trabalhadores da saúde, 225 crianças e 48 professores. “Isso totaliza 1.603 doses de vacinas aplicadas”, completa Sinara.
Devem se vacinar:
– Crianças de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias de idade;
– Gestantes;
– Puérperas (mulheres que tiveram bebê até 45 dias após o parto);
– Trabalhadores da saúde;
– Professores;
– Idosos;
– Indígenas;
– Funcionários do sistema prisional;
– Doentes crônicos (de acordo com uma lista de doenças pré-estabelecidas pelo Ministério da Saúde, mediante apresentação de receita médica com o CID da sua doença).

Publicado em

Esportes

As ovelhinhas de Tite
Saiu a convocação brasileira para a Copa da Rússia, que começa daqui a alguns dias, e nela, o técnico Adenor Bacchi, o Tite, apostou nas suas ovelhinhas. No caso, nos seus “bruxos” no exato jargão do mundo esportivo. Além dos tradicionais jogadores da lista – Neymar, William, Roberto Firmino, Thiago Silva, Alisson, entre outros – duas surpresas. Fred e Tayson, ex-jogadores do Internacional. Agora, para serem convocados e ingressarem no rol das ovelhinhas de Tite, vai um questionamento: será que Fred e Tayson jogam mais do que os gremistas Luan e Everton, por exemplo? Minha resposta, sem ter um grande acompanhamento ao futebol atual apresentado pelos ex-colorados é: claro que não.
Talvez a aposta do comandante da Seleção Brasileira esteja justamente na sua rodagem internacional e na experiência no enfrentamento contra equipes europeias e o estilo diferenciado apresentado pelas outras seleções. Eu, particularmente, baseado numa experiência de mais de 25 anos de crônica esportiva, iria levar os gremistas Arthur e Luan. O primeiro, por estar numa fase esplendorosa e dar a opção ao técnico Tite de dar uma saída de jogo que talvez os atuais volantes não o possam dar com tanta intensidade. O segundo é o melhor jogador da América, foi de coadjuvante a protagonista na Olimpíada, formando uma dupla vitoriosa com Neymar na conquista do inédito ouro olímpico. Luan seria outra opção diferenciada de mudar um jogo. Mas, o técnico é Tite, e ele ganha 15 milhões de euros de salário para decidir quem vai levar o Brasil ao hexa.
Ps.: Em tempo: Fred e Tayson evoluíram muito na Europa, jogaram várias vezes pela Champions Leage e tem uma experiência, o que serve de justificativa para levar os dois para o Mundial.
Só digo uma coisa: boa sorte, Brasil!

Matemática
Às vésperas da Copa do Mundo, os palpites sobre as seleções favoritas para conquistar o Mundial tomam conta dos assuntos entre os torcedores. Desta vez, um estudo com mais de 1 milhão de simulações apontou o Brasil no topo. Desenvolvido pela Escola de Matemática Aplicada da Fundação Getulio Vargas (FGV EMAp), o estudo observou os gols marcados e sofridos em cada partida das 207 seleções filiadas à FIFA nos últimos quatro anos. A seleção brasileira tem 21% de chances de ganhar a Copa do Mundo de 2018. Logo em seguida, vêm a Espanha, com 13%, e a atual campeã, a Alemanha, com 11%. Apesar da vantagem, o estudo aponta que os números da seleção brasileira poderiam ser melhores, mas a fase de derrotas no comando do ex-técnico Dunga fez as probabilidades diminuírem. Vale ressaltar que na Copa de 2014 o Brasil também era favorito com 28% de chances de levar a taça e não ganhou.

Fred no Barcelona
O Barcelona coloca foco na contratação de Fred, ex-volante do Inter e atualmente no Shakthar Donetsk. A informação é do jornal espanhol Mundo. O jogador de 25 anos, convocado por Tite para a Copa do Mundo, é monitorado pelo Barcelona. O clube catalão vê em Fred potencial para substituir Busquets e Rakitic, jogadores que já não têm “fôlego” para participar com a mesma intensidade de todos os jogos. Para contratar Fred, o Barcelona precisa vencer a concorrência com o Manchester City. O clube inglês já demonstrou interesse há mais tempo e já apresentou uma proposta de 50 milhões de euros, mas, até agora, não conseguiram fechar o negócio. Do valor total da negociação, por ter participação como clube formador, o Inter terá direito a 1,7%.

Publicado em

Semana na Política

Definido
A licitação, na modalidade concorrência de preços, para a construção de quatro pontes, com recursos oriundos de convênio com a Defesa Civil Nacional, definiu as empresas vencedoras. A primeira colocada para a construção da maior ponte (Linha Inverno) foi a empresa Traçado Construções e Serviços Ltda com a proposta de R$ 1.798.375,66. Porém, como a segunda colocada, a empresa Concreto e Pré-Moldados Palmeira Ltda é uma EPP, esta teve o direito de apresentar nova proposta. Assim, ela apresentou a proposta no valor de R$ 1.797.252,76 e foi declarada a classificada para o lote 01, ou seja, por uma diferença de R$ 1.122,90.

Definido – I
A decisão em relação a empresa classificada (as demais já estavam definidas) ocorreu na terça-feira quando também foi homologada e adjudicados os objetos para cada empresa. Assim, a empresa Concreto e Pré-Moldados Palmeira Ltda vai construir a ponte de Linha Inverno ao custo de R$ 1.797.252,76; a empresa Artebase Construtora Ltda os lotes 02 e 03 (as duas pontes de Alto Rio Pequeno) ao custo de R$ 789.212,93 e R$ 945.562,30 e a empresa Zanco Construtora Ltda, o lote 04 (ponte de Linha Pintado) ao custo de R$ 570.192.05. O total da licitação soma R$ 4.102.220,04, ou seja, valor inferior ao previsto no convênio com a Defesa Civil. Porém, em obras deste porte, é comum que ocorram adequações no projeto que acabam elevando o custo, sendo que o limite legal é de 25%.

Mulher Destaque
A prefeita Sandra Backes sancionou o projeto de lei que institui o título de “Mulheres Destaque de Sinimbu”. A distinção deve ser concedida, anualmente, pela Câmara Municipal de Vereadores de Sinimbu a mulheres que se destacam em causas sociais, religiosas, políticas, culturais e no meio rural, dentre outras. A ideia é aproveitar o Dia Internacional da Mulher para prestar a homenagem e reconhecer a atuação feminina em sessão solene no Legislativo Municipal.

Brasília
A prefeita de Sinimbu, Sandra Backes, viaja na próxima semana para Brasília. Ela estará acompanhada dos vereadores Gerson Maas (Tuia), Ivoni Henn, Janice Kanitz e Paulo Couto (Mola), na Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. A comitiva deverá aproveitar para fazer contatos com deputados da região para agilizar a liberação de recursos. A Prefeita também deverá levar em mãos o processo de licitação das quatro pontes com recursos da Defesa Civil, visando justamente acelerar a liberação dos recursos. Além disso, ela deverá reforçar pleito pela liberação de recursos para a reconstrução do ginásio de Pinhal Santo Antônio.

Quase na hora!
Notícia veiculada ontem, na mídia estadual, sobre bloqueio de bens e responsabilização pessoal de 12 administradores de um grupo econômico que atua no ramo de postes de madeira e reflorestamento e que acumula débitos em relação ao Estado desde 1992, parece piada. Por um lado, ainda bem que finalmente ocorreu, mas de outro, é vergonhosa a ineficiência estatal e, sobretudo, a demora em algum resultado de processo judicial. Ora, são mais de 25 anos e valores que passem de R$ 53 milhões, atualizados, que deixam de ser investidos em benefício da população. Diz o ditado que “a Justiça tarda, mas não falha!”. Neste caso, a Justiça, com tamanha demora, acaba falhando por demais!

PARA REFLETIR…
“Os sábios são os que procuram a sabedoria, os tontos acreditam já tê-la encontrado”.
Napoleão Bonaparte
“A esperança é a confusão entre o desejo de uma coisa e sua probabilidade”.
Arthur Schopenhauer
“É nos momentos de decisão que o seu destino é traçado”.
Anthony Robins

Publicado em

Impressões da África do Sul – 3

Nosso destino hoje é Cidade do Cabo (que fica a duas horas de voo de Johanesburgo), a ponta do mapa do continente africano, conhecida por abrigar fenômenos geográficos que lembramos dos tempos do Ginásio, quando estudamos as navegações portuguesas que ousaram enfrentar os mares bravios e, no dizer de Camões, “mares nunca dantes navegados”.
Lembram do Cabo das Tormentas, Cabo da Boa Esperança – Cape of Good Hope – onde Bartolomeu Dias deixou sua marca em 1488, e mais tarde, demarcada por Vasco da Gama, quando descobriu o caminho marítimo das Índias.
Quando chegamos ao parque para escalar o monte onde está o farol do Cabo, almoçamos no restaurante “Dois Oceanos”, de onde se tem vista fantástica para o mar, sinalizando o encontro entre o Atlântico e o Índico, para então iniciar a subida ao pico de onde se vislumbra o cenário do oceano por onde singraram os navios dos intrépidos navegadores portugueses, muitos deles tragados pela fúria marítima.
De volta à Cidade do Cabo, empreendemos a escalada do “Table Montain” – Mesa da Montanha, numa tradução literal. Trata-se de formação rochosa imponente, uma das sete maravilhas naturais do planeta, que é atração da cidade, e cujo topo está a 1.085 metros de altitude, que se pode alcançar através de penosa e perigosa escalada ou pelo bondinho, que em poucos minutos leva ao topo, verdadeiro tablado de pedras gigantescas de onde se vislumbra toda a grande cidade, destacando-se o gigantesco estádio da Copa do Mundo que aqui se realizou em 2010 e a Ilha de Robben, onde Mandela cumpriu 27 anos de prisão.
Além das emoções da plataforma do topo, dois momentos emocionantes são a subida e a descida, vendo-se a imponência da montanha, sendo também escalada por alpinistas, que desafiam o perigo, provocando calafrios que somente são superados quando se alcança a plataforma, de onde parte o teleférico.
Encarar o gigantismo da montanha coloca-nos diante da dimensão de respeito que temos de ter diante dos fenômenos naturais, que precisam ser respeitados e não desafiados.