Administração projeta melhorias na água

Administração projeta melhorias na água

Os problemas no abastecimento de água na localidade de Linha Barra de Ferro, apontados na Câmara de Vereadores, já estão sendo atacados, pelo menos de forma provisória. A garantia foi reiterada nesta semana pela prefeita Sandra Backes, que já havia se manifestado em relação ao tema na Câmara de Vereadores. Além disso, ela aproveitou para fazer um diagnóstico dos problemas e apontar as soluções que estão sendo buscadas pela Administração Municipal para melhorar o sistema de abastecimento e a qualidade da água consumida pela população.

LINHA BARRA
DE FERRO
Depois dos esclarecimentos prestados aos vereadores na semana passada, nesta semana a assistente social Flávia Schaefer e a coordenadora do Cras – Centro de Referência em Assistência Social – Patrícia Knod, estiveram visitando as famílias em Linha Barra de Ferro. O objetivo foi levar bombonas de água para suprir a demanda de forma emergencial e, também, fazer um levantamento mais amplo da situação e prestar apoio e assistência. Flávia Schaefer enfatiza que o problema atinge seis famílias, mas das quais apenas duas utilizam água diretamente da cacimba. As outras quatro retiram água de um açude maior que existe nas proximidades.

A Assistente Social frisa que após esse trabalho inicial de orientação e fornecimento de água em bombonas, a equipe seguirá fazendo um acompanhamento permanente dessas famílias, garantindo o abastecimento de água, até que uma solução definitiva de abastecimento, com água de qualidade, seja viabilizada.

OUTROS PROBLEMAS
Já em sua manifestação na Câmara de Vereadores, a prefeita de Sinimbu, Sandra Backes, fez um diagnóstico dos problemas no abastecimento e adiantou alguns pontos que deverão receber uma atenção especial.

Com relação a localidade de Pinhal Santo Antônio, que é abastecida a partir de água captada de lago/açude, a Prefeita disse que está em fase de licitação a compra de um filtro de água com retrolavagem automática. Com capacidade para filtrar 16 mil litros de água por hora, a expectativa é de que com o novo equipamento haja um ganho significativo na qualidade da água e, especialmente, redução na turbidez.

Com relação à localidade de Linha Cinco, que também é abastecida a partir de captação em açude, a ideia é reforçar o volume de água com a utilização de um poço artesiano. Para tanto, Sandra Backes diz que a melhoria deverá ser viabilizada tão logo esteja concluído o projeto de construção de uma rede trifásica de energia que está sendo executada pela Distribuidora de Energia RGE Sul.

Ainda sobre Linha Cinco, a Prefeita cita que Sinimbu foi contemplado com recursos da Funasa, na ordem de R$ 655 mil. Os mesmos serão destinados para a ampliação da rede de água já existente, além de viabilizar o abastecimento de água até a localidade de Cerro Branco. Com o mesmo recurso da Funasa também serão contempladas com redes de água as localidades de Linha Almeida, Estância Schmidt e Bela Vista, já que a perfuração de poço artesiano já foi executada.

Sobre as localidades de Paredão e Linha Verão, que há alguns anos reivindicam a ampliação da rede já existente, Sandra Backes garante que o assunto já está em pauta e sendo analisadas as melhores alternativas para viabilizar investimentos.

CIDADE
Com relação ao abastecimento de água na cidade, a prefeita Sandra Backes também apontou problemas e as soluções que vêm sendo encaminhadas pela Administração Municipal. Os problemas de turbidez na água captada das fontes em Linha São João, ainda podem demorar um pouco. Ocorre que melhorias foram executadas no local no governo anterior, mas foram apontados problemas na execução que resultaram em processo de sindicância. A partir da conclusão da apuração de eventuais responsabilidades, novas melhorias devem ser viabilizadas. A ideia é reforçar o sistema de filtragem para melhorar a qualidade da água.

Outra medida diz com o aumento da capacidade de reservagem de água, com a instalação de novos reservatórios no Cerro Maurício, para abastecer o centro da cidade. A Prefeita considera que assegurar o abastecimento com água de qualidade, tanto na cidade como no interior, requer muitos e contínuos investimentos, mas reafirma que a sua administração não irá medir esforços para viabilizar tais investimentos e melhor as atuais condições.

Fechar Menu